Skip to main content

Nômade digital: Como receber fora do país?

Pela manhã, você dá uma corrida na areia da praia, toma uma água de coco na orla, volta para o apartamento e faz uma reunião online com um cliente. Depois do almoço, você resolve tomar um sol e aproveitar a piscina do hotel antes de dar uma consultoria no fim da tarde. Até parece um sonho, né? Mas essa é a vida de um Nômade Digital!

Se você ainda nunca ouviu falar sobre “nomadismo digital”, saiba que esse é um sonho de cada vez mais pessoas que trabalham ou querem trabalhar com a internet.

Entretanto, algumas delas, após conseguir o tão sonhado feito, acabam esbarrando em algumas questões relacionadas ao nosso universo contábil, entre elas: “como receber fora do país?” Calma que a gente vai te ajudar!

Leia também: Contabilidade para Produtor Digital e Afiliados

O que é Nômade digital?

O termo “Nômade Digital” se refere a uma pessoa que tem a possibilidade de trabalhar pelo computador ou celular e morar em qualquer lugar do mundo. Existem Nômades que gostam de ter alguns países fixos, mas também há aqueles que preferem mudar para um país novo a cada mês.

A ideia de Nômade digital veio para acabar com a premissa de que é preciso ter muito dinheiro para morar fora do país. Muita gente, nos dias atuais, com apenas um computador conectado à internet, faz muito dinheiro e, ao mesmo tempo, conta com a liberdade que os trabalhos tradicionais não oferecem.

Atualmente, embora o conceito de Nômade Digital ainda seja novo por aqui, várias profissionais permitem trabalhar de onde e quando quiser, como:

Blogueiros
Afiliados
Desenvolvedores
Redatores
Revisores
Videomakers
Designers
Programadores
Analistas de mídias sociais
Entre muitos outros

Leia também: Desenvolvedor pode ser MEI?

Mas, e como receber?

Essa é a pergunta que não quer calar: afinal, como receber fora do país? Basicamente, você pode usar algum banco digital que permite o saque de diferentes moedas ao redor do mundo, como o banco alemão N26, por exemplo. Entretanto, o cartão ainda não é enviado para o Brasil. Então, para conseguir o seu, você deve fazer o pedido enquanto estiver no exterior.

Informação importante: se você estiver recebendo pelo pagamento de um serviço prestado para brasileiros, a transação deve ser acompanhada de um contrato de prestação de serviço e de uma fatura invoice contendo uma descrição dos serviços prestados.

Veja também:

Nômade digital: Como pagar meus impostos?

Quando uma pessoa decide sair do Brasil de forma definitiva para o exterior, é necessário informar a Receita Federal de que vai deixar de morar aqui, preenchendo a “Comunicação de saída definitiva do país“ e, posteriormente, a “Declaração de Saída Definitiva” – ambos disponíveis no site da Receita.

Isso é necessário pois, ao preencher esses documentos, a pessoa se posiciona como um residente de outra localização e, então, deixa de ser tributada como residente fiscal do Brasil. Caso a pessoa não avise a Receita Federal, ela continuará sendo taxada no Brasil conforme as regras locais.

Agora, se você vai viajar mundo afora, mas ainda mora em definitivo por aqui e vai seguir atendendo clientes no país, a recomendação é completamente diferente.

A princípio, o Nômade Digital precisa abrir um CNPJ no Brasil, que deve estar atrelado a algum endereço em território nacional. A escolha do regime tributário vai principalmente de acordo com o faturamento anual.

Por exemplo, se você fatura até R$ 81.000,00 – ou R$ 6.750,00 em média por mês -, não tem sócios e está dentro do quadro de atividades permitidas, você pode abrir uma MEI e apenas pagar a DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional), uma guia de pagamento que unifica todos os impostos que devem ser pagos.

Agora, caso a sua empresa não se enquadre como MEI, você terá que optar por outro regime, como o de Microempresa, considerada a maneira mais simples e descomplicada de regularizar as atividades.

No caso de uma Microempresa, você deve pagar duas guias: a GPS (Guia da Previdência Social), que é o INSS do pró-labore do sócio e o DAS, que é a apuração dos seus impostos em concordância com o seu faturamento.

Entretanto, diferentemente do MEI, a ME precisa ter um contador que vai ajudar na organização e no pagamento mensal das guias de impostos. Logo, se você está pensando em sair do país e seguir com os seus clientes do Brasil, você pode contar com o suporte contábil da SeeS!

Nós ajudamos você a focar no que realmente importa: sua vida, sua família e seu negócio! Ficou com alguma dúvida ou precisa entrar em contato com a gente?

Clique aqui e nos envie uma mensagem no WhatsApp, ficaremos felizes em te atender!

SeeS Contabilidade Online

Em tudo o que realizamos, acreditamos que a contabilidade da sua empresa pode ser uma tarefa simples, segura e com custo acessível. A forma que encontramos para que isso seja possível foi criando processos, otimizando recursos e focando exclusivamente em micro e pequenos prestadores de serviços. O resultado é uma contabilidade sob medida para você que têm muitas prioridades, valoriza seu tempo e dinheiro. Convidamos você para também fazer parte dessa história!


    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *